(11) 3040-5544 (11) 99598-3750
(11) 3040-5544
(11) 99598-3750
COMPRE AGORA Estética Clínica

Blog da FEM

Botox ou Preenchimento? Quais as principais diferenças e indicações dos queridinhos das celebs

Conversamos mais uma vez com a Dr. Luciana Garbelini (@dra.lucianagarbelini), mas dessa vez para ela tirar todas as nossas dúvidas sobre o Botox e o famoso preenchimento, que virou febre no mundo das celebridades. Confiram!

24/05/2017

 

Conversamos mais uma vez com a Dr. Luciana Garbelini(@dra.lucianagarbelini), mas dessa vez para ela tirar todas as nossas dúvidas sobre o Botox e o famoso preenchimento, que virou febre no mundo das celebridades. Confiram!

 

WP- Todo mundo está entrando na febre do botox e do preenchimento. Queria saber qual a diferença entre eles?

 A toxina botulínica (nome comercial Botox, Dysport, Xeomin, entre outros) ameniza rugas faciais de expressão por relaxar a musculatura no local de aplicação (ex: rugas ao redor dos olhos chamadas de pés de galinha, rugas da testa e região entre as sobrancelhas). Existem outras aplicações estéticas como: para sorriso gengival (sabe aquele sorriso em que a gengiva fica excessivamente exposta?), para melhorar contorno do rosto na linha da mandíbula, para evitar a queda da pontinha do nariz, para elevar a cauda das sobrancelhas, para reduzir o suor excessivo em axilas, couro cabeludo, mãos e pés, etc.

 

Já o preenchimento é a aplicação uma substância (ex: ácido hialurônico ou hidroxiapatita de cálcio) em determinada camada da pele para atenuar rugas finas ou profundas (ex: o famoso “bigode chinês” ), repor volume (ex: maça do rosto, queixo, têmporas, olheiras e dorso das mãos) ou harmonizar estruturas faciais (ex: nariz, lábios, ângulo de mandíbula).

 

Tanto a toxina botulínica “Botox” quanto o preenchimento apresentam resultados temporários e variáveis. Cada um possui uma função diferente da outra. Portanto, quando dizem ” Atriz colocou “botox” na boca e parece a Angelina Jolie, na verdade ela fez preenchimento.

 

 

WP- Outra moda é fazer preenchimento nas olheiras. Funciona mesmo? E nos lábios?

Sim, o resultado é surpreendente. Funciona muito bem para quem possui olheiras com o sulco mais acentuado abaixo da pálpebra). Com o decorrer da idade, reabsorvemos gordura e osso, a anatomia facial se modifica, acentuando as olheiras. O preenchimento labial é realizado com ácido hialurônico. É indicado para reposição de volume, perda de contorno, assimetrias labiais e rugas ao redor da boca.
Quando realizado com senso estético e técnica adequada apresenta resultado belo e natural.

 

 

WP-Outra mania agora é usar o botox como prevenção de envelhecimento. Conte mais sobre isso.

 A toxina botulínica é recomendada para reduzir o movimento muscular de áreas hiperdinâmicas – com muita expressão ( Regiao dos olhos , Testa e a região entre as sobrancelhas). Logo, os músculos locais ficam mais relaxados e diminui o enrugamento da pele resultando em menos linhas de expressão. Por isso, já pode ser utilizada assim que as primeiras rugas finas começarem a dar sinal!

 

 

WP-Qual idade ideal para começar a usar os dois?

 Não existe uma idade mínima para o início. O importante é ter a indicação apropriada para o tratamento com a finalidade de dar autoestima e confiança ao paciente.

 

 

WP-Quanto tempo dura cada um?

A toxina botulínica tem duração de 4 a 6 meses em tratamento de rugas faciais e 8 meses para hiperidrose (suor excessivo). A prática de atividade física intensa, tabagismo, exposição solar intensa e medicações podem interferir na durabilidade.
O preenchimento tem duração de 12 a 18 meses, isso varia ainda mais conforme as propriedades da substância e local preenchido.

 

 

WP-Você aconselha fazer cada um de quanto em quanto tempo?

 Recomendo retornar assim que o efeito de cada um começar a passar.Respeitando o intervalo mínimo de 4 meses para a toxina botulínica em face e 6 meses em hiperidroses. Quanto aos preenchimentos não existe tempo mínimo, podem ser realizados conforme a necessidade e reabsorção.

 

 

Curiosidades

 

1 – A toxina botulínica pode ser utilizada para aumentar o volume dos lábios?

Mito. A toxina não tem a capacidade de aumentar o volume dos lábios. Ela serve para relaxar a musculatura onde é injetada, tratando as rugas de expressão. O tratamento indicado para aumento de volume dos lábios é o preenchimento labial que, além do volume, também pode ser utilizado para a redefinição de contorno. Nesta região dos lábios, a aplicação deve ser muito cautelosa e em pouca quantidade, para evitar efeitos colaterais desagradáveis, como a dificuldade em sugar um alimento líquido.

 

2 – A toxina botulínica vai deixar o paciente sem expressão?

Não! A toxina é aplicada diretamente no músculo responsável pela formação da ruga e atua relaxando a musculatura. Este relaxamento pode ser mais ou menos intenso, dependendo da dosagem e da técnica de aplicação. O ideal é levar a um relaxamento que deixe um aspecto mais natural.

 

3 – A toxina botulínica vicia?

Mito. Na verdade o paciente se sente tão bem com a expressão mais leve que sempre quer retornar para próximas aplicações.

 

4 – Os cremes anti-rugas oferecem resultados similares ao tratamento com a toxina botulínica?

Não.Os cremes agem superficialmente na pele, melhorando a hidratação e atenuando as rugas mais finas. Já a toxina atua diretamente no músculo responsável pela formação das rugas de expressão. Portanto, os cremes atuam de forma diferente e não são capazes de reproduzir resultados comparáveis.

 

5 – A região onde o ácido hialurônico é aplicado perde a sensibilidade.

Mito. As infiltrações realizadas na pele com a substância são superficiais e não causam alterações de sensibilidade. Os preenchimentos realizados com ácido hialurônico sintético, que é semelhante ao produzido pelo nosso organismo, ao serem feitos de modo adequado, são muito seguros e não provocam reações nos tecidos em que são injetados. Apenas com o uso de outros preenchedores, é possível que haja reações adversas, gerando efeitos prejudiciais à região.

 

6 – A aplicação em excesso da substância compromete a expressão facial.

Verdade. O médico e o paciente devem respeitar o limite de substância a ser aplicada. Ao médico, cabe avaliar a pele do paciente e utilizar o ácido hialurônico de maneira consciente. Para um resultado natural, deve se seguir todas as determinações relacionadas à quantidade de substância permitida e as áreas liberadas para a aplicação.

 

 

Fonte: We Pick | 05/10/2016

VOLTAR
Copyright © 2014 - FEM Clínica Desenvolvido por: Cayman Web Studio